domingo, 10 de janeiro de 2010

Eu não queria assumir, mas ainda sou... Sou, sou completamente apaixonada por você.

Eu sei que já seguimos caminhos diferentes, que já passou o tempo. Mas desde que acabou eu só passei o tempo tentando suprir o que me faltou.

Eu sei que vai parecer piegas, também, mas eu tentei encontrar um pouco de você em cada coisa que fiz. Passei um tempo ressentida, depois passou. Também tentei apagar tudo, mas não funcionou. Relevei e levei a vida, até hoje.

Conheci mil pessoas, tive vários casos, uns sérios, outros nem tanto... Até me apaixonei de novo. Mas nada foi igual. Decidi que não ficaria pensando muito no passado e não tentaria por um pouco de ti em cada um, mas não deu.

Ainda sou apaixonada por você. De um jeito que jamais pensei que pudesse ser. Acho que foi alguma praga que jogaram pra mim, assim. De tanto me vangloriar por jamais me apaixonar.

Já se passou um bom tempo e o que parecia apagado continuou sombreando todas as palavras na folha.

E agora, hoje, você... Aqui do meu lado dizendo que agora sabe o que eu sinto é mais importante pra você do que podia imaginar é como dançar nas nuvens e te beijar é mais que apenas beijar e como fazer um novo dia raiar.

4 comentários:

Priscila Rôde disse...

Ter um amor de volta...
tamanha é alegria!

Valéria disse...

Expressar o que está sentindo sem medo, nem vergonha é tudo de bom!

BeijooO

Erica Ferro disse...

Amor...
Ô coisa linda e complicada!

Bill Falcão disse...

Pois é, nunca se deve dizer "nunca"!
Bjoooooo!!!!!