segunda-feira, 17 de maio de 2010

Sim, as minhas mãos ainda tremem. Mas é só chegar perto. Eu ouvi falar e já fica tudo congelado. E as minhas mãos tremem. Posso jurar que se tocasse o chão o mundo ia tremer. É tudo tão estranho... O cheiro é o mesmo, o sabor provavelmente é ainda o que era. E Eu suo fazendo força para parar de tremer. Sou capaz, bem capaz, de enfiar a s unhas carne a dentro pra controlar.
E as minhas mãos ainda não pararam de tremer, tremer e suar.

2 comentários:

Athila Goyaz disse...

Gostei da falta de controle!
abraços!

Goliardos disse...

Olá, tai...

Gostamos do Blog. Parabéns.

Já estamos seguindo.
abraços!