quinta-feira, 29 de abril de 2010

texto 1

Então hoje eu lembrei...
Do cheiro, do gosto, do tato
Até ontem tudo ainda era o quadro
Quadrado, pintura, estático
Hoje, hoje tomou vida.
Vida tem cheiro, cor, movimento.
Algum sentido. Sentimento.
Cheiro de corpo, suor e cigarro
Cheiro de gente... Da gente.

Hoje eu lembrei como se fosse agora.

Sem pedir...
O toque veio entrando pela pele.
Na lembrança.

O cheiro invadiu o meu nariz.
Na memória.

O sentimento pulsando dentro de mim.
Como se fosse agora.

E hoje eu lembrei, mas pude ate sentir
E cada dia mais perto do real do passado que foi.

Mas ainda dá pra sentir...

2 comentários:

caio s. disse...

Égoã, pa-guei pra esse!
E se duvidas, os pêlos da minha nuca arrepiados te confirmam!
hahahahaha

L.Moraes disse...

"Sem pedir...
O toque veio entrando pela pele.
Na lembrança."

Lindo. na pele, na lembrança, me faz acreditar nas coisas que se jogam em nós, e só então nos damos conta.