sábado, 24 de abril de 2010

Plano B.


Não é desistir, e mudar de foco. Pelo menos, é assim que eu chamo. Talvez para alguns seja desisti, mas no meu mundo desistir é algo bem diferente. Pois bem.

Desistiu aquele que olhou para o espelho e disse: Eu não posso. Fracasso, desanimado. Desistir é triste, dói, magoa, traumatiza... Não é um bom sentimento. Te deixa pela metade, sem rumo, sem vontades... Vazio. Abrir a mão e deixar o vento levar, chorar. Tudo fica feio, chato, sem sal.

Para aqueles que mudam de foco. Primeiro que para mudar de foco, sempre há um segundo plano. Outra opção, um caminho alternativo. Mudar de foco é revigorante, e emocionante te deixa entusiasmado. É uma pequena dose de dopamina no corpo e sem esquecer que também vem com aquela adrenalina de algo um tanto quanto novo. Mudar de foco entusiasma, é feliz. Bem diferente de desistir.

Quando se abre mão de alguma coisa por outra não é jogar para o alto, anos de caminhada pra nada. Apenas guardou numa gaveta da memória um tempo bom. Se você desisti... Já é bem diferente.

E não desisti, só mudei de foco. Consciente, feliz e tranqüila.


 

Texto pro Caio nada Santos.  hahah


Um comentário:

caio s. disse...

Agoooora siiim, minha filha! Agora eu senti firmeza!
Adorei o texto... é bem "auto-ajuda", estilo blog mesmo! hahaha...