domingo, 4 de abril de 2010

Pergunta.

Por que parece fácil?

Parece fácil porque quando a gente vai pra rua quer deixar tudo pra trás. Porque quer tudo mais fácil, não quer ser desagradável. Não, não quer. Ninguém quer ser desagradável, ninguém escolhe isso. Quer chegar na rua e sorrir, sorrir e deixar os problemas tá no comecinho. Quer fazer todo mundo sorrir sem se preocupar com nada. E quando faz isso torna bem mais fácil, o que parece difícil. Embora seja só por um momento, todos sabem... Sempre parece mais fácil. Guardar tudo de chato numa sacola opaca e sorrir na frente de todo mundo na rua e fazer de conta que os problemas só são dos outros. Por isso parece fácil. Por faces divertidas em frente as outras. Sim... Parece fácil. Porque todos sorriem com você e estão ao seu lado e ouvindo tudo o que você tem a dizer. Porque todos estampam sorrisos carimbados nas ruas todos os dias e se diz "não, não sou obrigado". Porque tudo parece agradável. Porque sorrimos na rua, parece fácil.

Por que É difícil?

É difícil porque embora você vá para as ruas sorrir com os outros, só você sabe o quanto ta doendo dentro. Por que embora te digam "vem, eu te escuto o que há com você?" no final todos sabem que não são obrigados. E no fundo todo mundo sabe que é chato não estar bem. Porque é mais fácil ficar com tudo certo do que ser um estorvo problemático. Porque todos, absolutamente todos tem alguma coisa guardada naquela sacola opaca e não quer mostrar pra ninguém. Talvez com um medo se for um desagradável e fazer as coisas escaparem pelas mãos. Porque quando se quer agradar e for agradável, a gente põe os nossos problemas para trás e encara tudo sorrindo com um aperto no coração. Porque guarda tudo do lado de dentro de casa e, não importa como esteja lá fora, a gente nunca quer parecer um problema e sim uma multidão de pessoas felizes. E principalmente é difícil, porque não superamos as coisas, apenas queremos fazê-las parecerem mais fáceis.

2 comentários:

Erica Ferro disse...

Não faço a mínima questão de ser agradável aos outros.
Apenas quero estar de consciência tranquila comigo mesma.
E quero encarar o que for pra encarar sem maquiagem e ensaios.

Beijo.
Gostei do texto!

Valéria disse...

Não gosto do verbo na 3° pessoa. O que os outros "dizem" não deve ter importância nenhuma.
Que a quinta língua, te incedeie a feira..
;o)

BeijooO'