quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Enfim.

E eu acho absurdo ter o bom na memória e ter de fechar os olhos, para então assim, sorrir. É absurdo não ter o que tenho, ou tinha, nos braços, nas mãos... Apenas e somente na memória. Sorrisos de fotos, vozes distantes, lembranças, somente.

Como é absurdo tudo isso, prefiro que absolutamente verdade fosse. Não que não tenham sido um dia, mas verdades passadas tornam-se apenas histórias.

Historias são historias, se distorcem, esquece e somem. Viram contos de um tempo que vai ficando cada dia mais longe.

Não quero longe, quero perto, quero agora.

Quero apenas abrir os olhos e sorrir assim como sorria nas lembranças.

4 comentários:

Andressa disse...

concordo com você.. eh bem melhor viver do que lembrar.. o sorriso eh mais sincero!
adorei o texto!
um beejO

Erica Ferro disse...

Espero que tu possas reviver esses momentos que pra ti foram tão bons, e não apenas seja história, memórias...

Muito bom o texto, como sempre são.

Beijo.

Talita Prates disse...

Talvez toda verdade seja história.

Adorei o texto! Muito maduro, e mesmo filosófico!

Bjo grande. :)

Lmaia disse...

Olá,
Estamos informando que sua Inscrição no Concurso Melhor Blog Paraense ainda está em aberto, pois seu post ainda não foi feito.
Veja o vídeo de como se inscrever corretamente:

http://www.youtube.com/watch?v=rP7wOWtw5bE

Caso de dúvidas entre em contato com a organização do concurso através no e-mail:

contato@blogueirosparaenses.com

á Organização do Concurso