quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Óculos colorido

Hoje saí pelas ruas de uma cidade diferente. Ela parecia mais colorida. Nem me irritei ao passar por dois bêbados cantadores. Talvez tenha os ignorado por estar ouvindo outra música.

Certa hora tinha que me segurar um pouco para não parecer uma louca saltitante. Ria um pouco sozinha, já aprecia suficientemente louca. Mas pouco me lixava. Bonito e feliz de fato, não digo perfeito. Isso não existe, mas eu gostei assim mesmo. Podia reclamar, mas com um sorriso no rosto.

Não estava tão fresco quanto queria, mas eu não ligava pra isso também.

Mas o que me deixava feliz era saber que eu estava no controle de novo. Sem medos e receios e travamentos. Tudo certo.

Embora soubesse que depois... Ah, quer saber, depois é depois.

Quando cheguei a casa tirei os óculos. Notei... Notei que nem tava tão bonito assim. Nem era culpa dos óculos. Só eu que estava livre, só que agora eu podia ver melhor. Sem barreiras nem nada.


 

3 comentários:

J.R disse...

Como num recomeço...

COmo eu disse sobre limpar as lentes vez em quando...

É ótimo.

:)

Erica Ferro disse...

Incrível como me relata nas tuas palavras.
Tô ótima, fiquei boba ao ler essas tuas palavras que tanto falam do meu dia.
De fato, tava tudo lindo mesmo. Eu tava sem óculos. O mar tava mais lindo do que nunca, o céu azul...*-*

Beijo.

Valéria disse...

Um ponto de vista, depende da vista de cada ponto!
A gente vê o que quer e quando quer.