sexta-feira, 23 de julho de 2010

bora sair do armário, amigão?

Perguntaram, um dia, pra mim, se tinha algum preconceito. Eu passei um bom tempo pensando antes de responder que ‘não, não tinha nenhum’. Mas voltando pra casa eu continuei pensando sobre isso. E descobri que eu tenho. Não estou com vergonha nenhuma em falar isso, eu tenho.
Certo, vou falar sobre o meu preconceito. Eu tenho preconceito com quem tem preconceito consigo. Sim, as pessoas que não se aceitem, se assumem e tudo mais. Não me refiro a bissexuais assumidos. Mas daqueles que fazem de conta que ninguém sabe.
Tenho muitos amigos que um dia me apresentam a Ana e um tempo depois o Felipe, como namorada (o). Nem estranho. Mas tem gente que quer fazer de conta que um lado não existe quando ta agindo do outro. Meus amigos, gostar não é feio. Independente de quem seja!
Ter preconceito, que feio, que feio! Eu sei também tenho, mas eles também têm. Não admito não me desce pela garganta. O que é mais engraçado é que se comenta alguma coisa a respeito você está denegrindo a imagem da pessoa. Não tenho paciência, não amigão! No final das contas quem abre a boca é que esta errada.
No final das contas... Essa conversa me dá tanta agonia que já até cansei. Só queria que eles se assumissem de uma vez. Não escolher um lado, mas aceitar que pode gostar de dois, ou aceitar que gosta de um e ser feliz. Sem precisar de mentiras...

#prontofalei

3 comentários:

Athila Goyaz disse...

Tô contigo... tb odeio máscaras!
abraços!

Rosemildo Sales Furtado disse...

Eu, particularmente, não vejo motivo para preconceito, acho que a pessoa deve ser o que realmente é, pois cada um tem o direito de escolher o que é melhor pra si.

Beijos e ótima semana pra ti e para os teus.

Furtado.

Carlos Augusto Matos disse...

Preconceito é o que destrói o ser humano!!!!!!!!!!

Bjuxxx