quinta-feira, 7 de maio de 2009

Um ponto conto.

Era uma vez a garota e a menina. A garota não gostava da menina. E a menina, por sua vez, não tinha nada contra a garota. Um dia a menina andava pateticamente pela rua quando a garota a viu e virou a cara. A menina nem notou na hora. Continuou andando. Quando chegou mais perto a garota forçou mais para irritar a menina. A menina notou e continuou andando como antes. Até que: a menina parou! Um estrondo de 'me estatelei no chão'. A menina olha para traz e vê a cena. A garota, que não gostava da menina, de fundos para a lua. Deu de cara no chão e bumbum pro céu. Agora que ria era a menina. Pobre garota bobinha.

2 comentários:

Pedro Pereira disse...

Isto só prova que a nossa sociedade provoca dentro de si elementos de contradiçao e afastamento... eu por outro lado quero todo o pessoal à minha volta... sejamos felizes e que haja muita festa!

Flor disse...

hehe... quem tem pensamento maldosos, acaba atraindo isso para si. Esta é um exemplo clássico da Lei da Atração.
Beijos, Tai.